Isolamentos acústicos

Logo_Isofloc_2Cpos_sonderfarbe_1110

ACUSTICO

VÍDEO ENSAIO ACÚSTICO

ACÚSTICA: Insonorização por partes ou integral?

Uma casa, ou qualquer outro recinto, podem ser insonorizados por partes ou integralmente. É possível fazer o isolamento para ruídos aéreos (vozes, televisão, música, aparelhos electrónicos, alarmes) de modo eficaz e económico localizando a fonte sonora. Na secção de vídeos, é possível confirmar as melhorias obtidas com este tipo de isolamento.

Para que seja possível um isolamento eficaz contra ruídos de percussão, é necessário um isolamento integral, que elimine todas as possíveis pontes acústicas, uma vez que na maioria dos casos, através de isolamentos parciais, não é possível eliminar este tipo de ruídos (arrastar de cadeiras, saltos altos, passos, objectos a cair, brinquedos a rebolar). Nestes casos, a solução mais eficaz e económica é chegar a acordo com o vizinho do piso superior e instalar-lhe um pavimento dessolidarizado ou convencê-lo a colocar alcatifa. Se tal não for possível, ou se os ruídos de percussão provêm de diversas fontes, terão que se realizar obras significativas, já que terão que se insonorizar paredes, divisórias, tectos, pavimentos, tubagens, armários encastrados, portas e janelas.

INSONORIZAÇÃO A RUÍDOS AÉREOS POR PARTES. Como é feita?:

INSONORIZAÇÃO DE PAREDES:_wsb_292x226_Isofloc$2520$280$29_0[1]

—) Através da colocação de revestimento do tipo pladur e isolante fono-absorvente Isofloc. Recomenda-se uma espessura mínima de 80 mm de isolante, para que o material absorvente actue sobre todas as frequências, tanto as baixas como as altas.

O que se ganha:

+ O Isofloc é um excelente material fono-absorvente que ajuda a reduzir substancialmente os ruídos aéreos, convertendo a energia do ruído em calor

+ Com a divisória em Pladur (dupla ou tripla) obtém-se um efeito de separação acústica significativo, pelo facto de se juntar um elemento flexível a outro rígido e uma grande espessura a uma espessura de parede fina.

+ Ao colocar uma lâmina viscoelástica entre os dois painéis de pladur, consegue-se aumentar a absorção das baixas frequências e evita-se a vibração dos painéis.

SOLUÇÕES AISLA Y AHORRA:

Tabique MEDIAS prestaciones

Solução ideal para isolamento de ruídos aéreos em divisórias centrais vizinhas. Melhoramento previsto do ruído aéreo até 15 dB(A)*). DnTA > 60 dB(A)*) Espessura recomendada 11 cm

*) Estes valores foram obtidos por extrapolação e ensaios em condições de laboratório e poderão não coincidir com os do seu local ou habitação.

Tabique ALTAS prestaciones

Solução recomendada para isolamento de ruídos aéreos em divisórias centrais vizinhas com presença intensa de ruídos aéreos, ou proximidade a locais com música. Na parede comum com o vizinho cola-se, além disso, uma membrana acústica adicional.

Melhoramento previsto do ruído aéreo até 18 dB (A)*). DnTA> 60-63 dB (A)*). Espessura recomendada 11 cm.

*) Estes valores foram obtidos por extrapolação e ensaios em condições de laboratório e poderão não coincidir com os do seu local ou habitação.

Tabique MAX prestaciones

Solução recomendada para isolamento de espaços comerciais, bares e discotecas com necessidade de prestações máximas. Na parede divisória central cola-se adicionalmente um conjunto de duas lâminas acústicas sobrepostas e uma lâmina de PE.

Melhoramento previsto do ruído aéreo até 22 dB(A)*). DnTA > 67 dB(A) *). Espessura necessária em locais de afluência pública > 15 cm. Espessura isofloc > 10 cm. Espessura em habitações 12 cm.

*) Estes valores foram obtidos por extrapolação e ensaios em condições de laboratório e poderão não coincidir com os do seu local ou habitação.

INSONORIZAÇÃO DE TECTOS:

—) Através da colocação de tecto falso com caixilharia de alumínio do tipo pladur com enchimento de material fono-absorvente ISOFLOC, idealmente de 10 a 30 cm sob lajes.

Recomenda-se uma espessura mínima de 80 mm de isolante, para que o material absorvente actue sobre todas as frequências de focos sonoros aéreos, tanto as baixas como as altas.

O que se ganha?

+ Isofloc, é um material altamente fono-absorvente com alto coeficiente de absorção acústica, poros abertos, que ajuda a reduzir os ruídos, convertendo a energia acústica em calor

coefic_grande

+ O tecto falso do tipo Pladur, que não deve ter uniões rígidas, mas sim elásticas, nos cantos, actua como elemento acústico separador, devido à sua espessura fina e menor rigidez comparativamente com a laje.

+ Com uma lâmina viscoelástica intercalada entre dois painéis do tipo Pladur, consegue-se melhorar a absorção de frequências baixas e desta forma evitar a vibração dos painéis.

F.techo MEDIAS prestaciones

Solução ideal para isolamento de ruídos aéreos vizinhos. Melhoramento previsto do ruído aéreo até 17 dB(A). DnTA > 60 dB(A). Espessura recomendada 11 cm.

*) Estes valores foram obtidos por extrapolação e ensaios em condições de laboratório e poderão não coincidir com os do seu local ou habitação.

F.techo ALTASprestacionesSolução recomendada para isolamento de ruídos aéreos vizinhos intensos, ou proximidade de locais com música. No tecto é colada além disso, uma lâmina acústica adicional. Melhoramento acústico previsto 21 dB (A)*); DnTA > 65 dB(A).*) Espessura recomendada 11 cm.

*)Estes valores foram obtidos por extrapolação e ensaios em condições de laboratório e poderão não coincidir com os do seu local ou habitação.

F.techo MAX prestaciones

Solução recomendada para isolamento de espaços comerciais, bares e discotecas, com necessidade de prestações máximas. Sob a laje é colado um conjunto de duas lâminas acústicas adicionais sobrepostas com uma lâmina de PE. Melhoramento acústico previsto de 25 dB(A) *). DnTA > 70 dB(A)*). Espessura recomendada em locais de afluência pública 15 cm. Espessura recomendada em habitações 12 cm.

*) Estes valores foram obtidos por extrapolação de ensaios efectuados em condições de laboratório e poderão não coincidir com os valores do seu local ou habitação

INSONORIZAÇÃO DE PAVIMENTOS E ARMÁRIOS ENCASTRADOS:

—) Através da colocação de material fono-absorvente de reciclagem, do tipo copopren, a partir de espessuras de 20 mm, é possível reduzir substancialmente ruídos que provenham do vizinho de baixo. A colocação do material reciclado do tipo copopren deve ser efectuada por uma empresa especializada, uma vez que é necessário evitar pontes acústicas e devem ser estudadas soluções intermédias para compensar a rigidez e elasticidade dos diferentes materiais.

O copopren é feito de poliuretano de poros abertos que é usualmente utilizado para isolamento de discotecas, pubs e espaços comerciais.

A TER EM CONTA:

1. PRINCÍPIO DAS PONTES ACÚSTICAS: Devem ser totalmente eliminadas, na medida do possível. A sua presença põe em risco o resultado do conjunto. Só uma insonorização integral leva a resultados óptimos, uma vez que também isola ruídos de impacto.

2. PRINCÍPIO DA LEI DAS MASSAS: Ruídos vizinhos podem ser isolados através de paredes maciças de alta densidade, em obras de origem. Este tipo de sistema actua pelo princípio da lei das massas: quanto maior a densidade de um material, maior o isolamento que este confere. Em reabilitação,  juntamente com divisórias de pladur, usam-se placas de chumbo, que são muito mais finas mas também muito densas.

3. PRINCÍPIO DA SEPARAÇÃO ACÚSTICA: Efeito devido ao uso combinado de divisórias do tipo Pladur ou tecto falso e laje, parede de alvenaria. O efeito separador ajuda a reduzir substancialmente a transmissão de ruídos.

4. PRINCÍPIO DO MATERIAL FONO-ABSORVENTE: Tem que ser um material poroso ou fibroso, de poros abertos, com um coeficiente próximo de 1, que por atrito molecular converta a energia do ruído em calor. Não pode ser uma espuma de células fechadas, uma vez que esta descompensa o princípio da separação acústica, já que une todos os elementos de forma rígida, além de ser de poros fechados.